“Cadê meu beijo antes de dormir?” A sua esposa comentou, mas ele não deu muita atenção e logo pegou no sono.

O sol apareceu entre nuvens escuras, ele abriu os olhos e os esfregou com uma das mãos. Com a outra, começou a tatear o colchão para acordá-la com um tapinha, como sempre fazia. Mas só encontrou um vestido amarelo sujo de terra molhada. O que ela costumava usar em dias nublados como aquele.

 

Rafael Pedrosa, 08 de maio de 2017.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s