Amanda sempre teve medo de ficar sozinha.

Pra falar bem a verdade, não era medo, era pavor mesmo. Em casa, no trabalho, até nas saídas para o almoço, ou aquelas passadinhas na padaria pra comprar guloseimas, tinha que ter alguém do lado. E nunca externava isso pra ninguém. Tinha medo de rejeição. E, para sua sorte, ninguém nunca questionava essa particularidade. Seus amigos e colegas simplesmente a adoravam. Tinham sempre assunto juntos.

“Não gosto da torta de doce de leite daqui, o que você acha?”

“Ai, mas o café é delicioso, não é mesmo?”

“E aí, vamos fazer maratona de Game of Thrones hoje? Preciso me atualizar pra próxima temporada.”

Ela não parava um segundo. Acredita que até um simples lanche da tarde tinha que ser com um conhecido do lado? Ela não conseguia sair de casa desacompanhada. Simplesmente não conseguia.

Mesmo assim, Amanda costumava dizer que ninguém a entendia. Que se sentia sozinha, apesar de ter amigos. Que tinha um vazio na sua existência que não conseguia preencher.

Amanda era uma garota legal, mas muito complicada.

Todos gostavam dela. Seja os colegas de trabalho ou vizinhos. Mas todos compartilhavam da mesma opinião sobre os seus problemas com a solidão: – Se a Amanda não falasse sozinha o tempo inteiro, as pessoas até que tentariam se aproximar dela.

 

 

Rafael Pedrosa, 21 de Julho de 2016.

2 comentários sobre “Ninguém Nunca Está Sozinho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s