Hoje, precisamente, ela estava completando seu terceiro mês trancafiada.

Mesmo estando há tão pouco tempo naquela prisão, Lis já ansiava sair e aproveitar tudo o que a vida ainda tinha a oferecer. Ela não sabia bem como havia chegado ali. Fora tirada do seu lar às pressas e colocada naquele lugar escuro, apertado, úmido e quente. E o pior, sem nenhuma razão aparente.

Não podia sair para tomar sol e muito menos para se alimentar. A comida que a mantinha viva era colocada por uma funcionária que ela nem sequer conseguia ver o rosto. Não sabia se estava presa numa solitária, ou se havia sido sequestrada. Tinha certeza apenas de uma coisa: a identidade de quem estava fazendo aquilo com ela já nem importava mais, Lis só queria se ver livre daquilo.

Uma cela minúscula, um quarto apertado ou qualquer lugar difícil de identificar era agora a razão de todo o seu sofrimento, mas também uma linha tênue de sobrevivência.

Uma realidade distorcida.

Um cárcere.

Um cativeiro.

Gritos de socorro ignorados.

Nenhum parente a visitá-la… a coitada não sabia nem se já estivera alguma vez na vida com outra pessoa. Impossível lembrar. Era Lis o seu verdadeiro nome? Também não tinha certeza, era apenas assim que a funcionária se dirigia à ela.

Se fizera algo de errado não recordava. Sua memória agora assemelhava-se a uma caixa vazia. O único sentimento ainda presente no seu íntimo era o de esperança.

Esperança de sair daquele lugar.

E finalmente o dia chega.

Lis vai ser solta, e pra nunca mais voltar.

Sem saber bem como ou porque, seu coração para de bater. Muitos dizem que foi um acidente, outros preferem acreditar em assassinato. A verdade é que quem a mantinha presa e viva esse tempo todo, agora chora, pois àquele ser não mais vai poder dar a luz.

 

 

Rafael Pedrosa, 09 de Março de 2016.

2 comentários sobre “Escuridão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s